fumante


bate cinza
o revolto do tarol
bate cinza sem marcha
nem chouta
em trajetória tenebrosa
descendente
a parábola se descreve
para o lado menos luminoso
do espectro
notícia
o breu fugiu de chaves na mão
emissário de mundo em finais
quem abriu as cancelas da cidade
para entrarem as rajadas ácidas
dos vampiros
solvente do eldorado
solvente dos dez passos para habitar
e não somente ser habitado
os olhos deles dissolveram
agora estão
compenetrados
em seu próprio desespero
por estar hoje aqui
sem ter para onde ir