homens e mulheres


meio triste dizer
eu olho nesse espelho todos os dias
mas queria poder olhar sozinho
e livrar vocês do peso
de se verem demais

eu gostava desse rapaz
que queria o livro
eu dizia o victor
me deu uma lambida
me escreveu num livro
a elvira se inscreveu
nas páginas do livro
me entregou na mão
disse que toda raiva
não era raiva nenhuma
era só um pé
depois de outro pé

se eu soubesse como
fechava os seus laboratórios
contava as suas mentiras
pintava amarelo e roxo
as paredes da casa
ia ver vocês dançarem
violentos