em louvor da sombra


É um ensaio, coisa que não tenho muito costume de ler, sobre a invasão da luz ocidental na cultura japonesa, uma cultura que sempre prezou por tudo aquilo sombreado, discreto, escondido. Usando coisas tão díspares quanto teatro e o polimento de uma chaleira, Tanizaki discute a estética dessa modificação, a insidiosa influência do ocidente nos costumes de seu povo, e como isso mudou pontual e gradativamente alguns costumes dessa sociedade. No entanto, como comenta o prefácio dessa edição, os escritos de Tanizaki podem ser lidos também como um texto satírico, uma provocação às reservas de sua cultura. De uma maneira ou de outra, quero ler o que ele escreve em ficção pra investigar mais.

Em Louvor da Sombra (★★★★)
Junichiro Tanizaki, Japão, 1933 / Companhia das Letras