lady macbeth do distrito de mtzensk


Quando alguém chega arrotando seu Tolstoi e seu Dostoievski e dizendo que literatura russa é um bicho, que coisa difícil, você dá essa lapada de Nikolai Leskov no parceiro e manda abrir bem os olhos. Lady Macbeth, a louca de Mtsensk, a Nazaré Tedesco original, uma mulher batendo de frente com o patriarcado (ainda que fomentando o mesmo, em certo aspecto) para satisfazer primeira e somente os seus próprios desejos e vontades. Não tem nada de difícil aqui, difícil e complexo não andam lado a lado. Complexo sim; uma personagem construída tão discretamente, nuances pendendo pra todo lado, difícil não. O filme mais recente difere um pouco, mas não é ruim. Experimente ambos.

Lady Macbeth do Distrito de Mtzensk (★★★★★)
Nikolai Leskov, Rússia, 1865 / Editora 34